MPA torna público sua posição em relação as Eleições 2018

Foto: MPA

Foto: MPA

O Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) tornou público nesta quinta-feira, 17 de maio, sua posição política com relação as Eleições deste ano, 2018. O documento reafirma a posição do Movimento em defender e atuar de forma intensa para garantir a liberdade, a candidatura e a eleição do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Afirma o Plano Camponês como um eixo central para construção de Políticas Públicas e transformações da Produção e da Vida no Campo, bem como, apresenta os critérios para definir apoio a Deputados e Deputadas Federais e Estaduais.

Confira o Documento na integra:

 

POSIÇÃO DA DIREÇÃO NACIONAL DO MPA SOBRE AS ELEIÇÕES 2018

 

Presidência da República

O MPA se posiciona, defende e atuará de forma intensa para garantir a liberdade, a candidatura e a eleição do Ex-presidente Lula.

Para os Governadores/as e Senadores/as

Em cada Estado o MPA decidirá o apoio a governador dentro do campo da esquerda que mais se identifique com as reivindicações do Movimento;

Em ambos os casos, presidente e governadores o MPA afirmará o Plano Camponês como eixo central para construção de Políticas Públicas e transformações da Produção e da Vida no Campo.

 

Para os Deputados/as Federais e Estaduais

O MPA nos Estados definirá o apoio a deputados/as baseado nos seguintes critérios:

  • Que assumam em sua atuação Legislativa e Política, institucional e popular defender as pautas políticas do MPA;
  • Apoio ao Movimento em suas lutas e reivindicações, tendo como centralidade o Plano Camponês;
  • Que estabeleçam um relacionamento político constante com as direções estaduais do Movimento;
  • Que assumam o compromisso de contribuir de forma material e cooperada para com as atividades organizativas do Movimento;

Rio de Janeiro, 17 de maio de 2018

 

 

Por Comunicação MPA