Camponeses lamentam o assassinato dos camaradas Orlando e Rodrigo do MST

O Movimento dos Pequenos Agricultores- MPA vem a público manifestar seu repúdio ao  assassinato de José Bernardo da Silva o “Orlando” e de seu camarada de luta Rodrigo Celestino, militantes do MST que foram  brutalmente executados  na noite de ontem (8). Mais uma vez o agronegócio, o latifúndio, o capital roubam as vidas das pessoas que lutam. A luta de Orlando e Rodrigo não era por luxo e caprichos, era por direitos básicos que até hoje nos são contestados. A luta pela partilha da terra e a luta pelo Alimento também é a nossa Luta.

Nossa organização se solidariza com as famílias e com o MST que prematuramente perdem dois militantes, exigimos que o Estado investigue e puna os executores do crime mas que também chegue aos mandantes, não podemos mais ver um assassinato de uma liderança do campo ficar impune, jamais esqueceremos de Orlando de Rodrigo, da mesma forma que não esquecemos de Junior, de Katison, de Rose, de Doroty. Seguiremos nossa luta por justiça, por terra, por direitos.

Só quem luta contra o latifúndio, sabe quão covarde, cruel e arcaico ele pode ser, da mesma forma que sabemos que nossa luta jamais será em vão, quando o povo se empodera dos direitos passos não são dados mais para trás, e o o acampamento Dom José Maria Pires, a terra prometida para Orlando e Rodrigo já não terá mais espaço para dor, sangue e cerca como outrora,  faremos dele brotar paz, trabalho e pão.

Justiça para Orlando e Rodrigo

9 de dezembro de 2018

Movimento dos Pequenos Agricultores- MPA