Camponeses e Camponesas do MPA saúdam os 35 anos de luta do MST

By janeiro 26, 2019nota

Sem duvidas um dos maiores legados que o MST construiu nestes 35 anos de mobilização foi a resinificação da Reforma Agrária, mostrando ser impossível superar a desigualdade em uma sociedade sem uma solução popular para a questão agrária. O Movimento dos Pequenos Agricultores-MPA saúda os irmãos e irmas do MST neste marco de sua história, e afirmamos que mais outros tantos 35 anos virão.

Lembramos aqui cada momento dentro dessa história que dividimos: as trincheiras, os sonhos, as músicas, as lavouras, as noites de frio, e os dias de sol escaldante, entre marchas, escolas e lutas, compartimos o sonhar com a terra prometida, com o projeto popular para o Brasil, com os valores do socialismo e de um campo cheio de gente, cheio de vida e livre de cercas.

Brindando essas memórias, saudamos a ousadia dos Sem Terra que a nós hora era como motor hora como horizonte para também nossas lutas e nossa organização. Nesse caminho que na maioria das vezes era tortuoso aprendemos a caminhar em comunhão, e hoje apesar de celebrar 35 anos de estrada e de luta, entendemos que o mais importante serão os próximos 35 anos que temos a frente a caminhar.

Desejamos ombro ambro, com o punho e a bandeira hasteada vida longa a Luta pela Terra, vida Longa a luta Camponesa, Via longa ao MST, e que o maior presente para esse marco, seja conquistado com a luta e a organização do povo.

Pátria Livre, Venceremos

Viva o MST

Movimento dos Pequenos Agricultores-MPA