Atos marcarão um mês do crime de Brumadinho e defesa do Rio São Francisco

By fevereiro 20, 2019Água, Via Campesina

A próxima segunda (25) completa-se um mês do rompimento criminoso da barragem da Vale em Brumadinho-MG que vitimou centenas de pessoas, deixando um rastro de perdas incalculáveis, no Marco de mais um crime da Mineradora as organizações populares, que compõe a Via Campesina e a Frente Brasil Popular convocam ações em vários polos do Rio São Francisco no nordeste reafirmando a defesa deste rio que pode receber os rejeitos provenientes da barragem.

Canindé do São Francisco será um dos municípios sergipanos que concentrará atividades no dia 25 em defesa do Rio, além de Canindé, acontecerá vigília nessa sexta em Poço Redondo no alto sertão, em Neópolis.

Os Movimentos também realizarão atos, caminhadas e vigílias na Bahia, nas cidades da Barra, Salvador, Juazeiro, Bom Jesus da Lapa, Carinhanha e Barra.

Em Minas Gerais, haverá atos em: Córrego do Feijão, Brumadinho e Belo Horizonte e muitas outras comunidades.

Em outras capitais, o debate, além de lembrar Brumadinho, será sobre a segurança dos atingidos nas regiões de barragens em cada estado, em audiências públicas junto ao poder público. Plenárias de caráter ecumênico também estão previstas.

Os atos que tem caráter de solidariedade, também serão marcados por denuncias a Mineradora Vale, responsável pela Barragem em Brumadinho, mas que segue impune até o momento.

Por Comunicação MPA