“Resistências e lutas por Democracia!” é tema do II Seminário Nacional de Educação em Agroecologia

ii-snea_formato-web_pablo-vergara-37

CTUR/UFRRJ debate sobre Resistências e lutas por Democracia. Foto: Divulgação

Realizado pela Associação Brasileira de Agroecologia (ABA-Agroecologia) em conjunto com diversas organizações do estado do Rio de Janeiro, o II Seminário Nacional de Educação em Agroecologia (SNEA) aconteceu durante os dias 25, 26 e 27 de outubro no Colégio Técnico da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (CTUR/UFRRJ), em Seropédica/RJ. Com o tema  “Educação em Agroecologia: Resistências e lutas por democracia!” o objetivo do Seminário é identificar, sistematizar, refletir e articular experiências de educação em agroecologia e indicar caminhos para seu fortalecimento, divulgação e popularização.

Não são poucos os desafios que estão colocados à democracia e à educação brasileira. Cortes de verbas, ameaças de privatização do ensino, a perspectiva do congelamento por 20 anos de investimentos na educação, anunciados a partir de propostas como a PEC 241, tentativas de impor pautas conservadoras na base curricular nacional e os riscos à promoção da diversidade na educação, como a partir do Projeto de Lei 1301/15, baseado no programa “Escola Sem Partido” que pretende interferir na autonomia pedagógica, a extinção do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) do Ministério da Educação, o fechamento de dezenas de escolas do campo, a paralização dos editais voltados ao fortalecimento dos núcleos de agroecologia nas instituições de ensino são alguns exemplos que deixam claro que o cenário para a educação brasileira é de retrocessos.

ii-snea_formato-web_pablo-vergara-38

O evento contou com um momento de troca de experiências. Foto: Divulgação

Relatos de Experiências de Educação em Agroecologia: Anúncios e Resistências

A proposta metodológica do seminário prevê debates e reflexões a partir de experiências concretas de educação em agroecologia. A programação está organizada em Rodas de Diálogo, que serão os espaços para partilha, troca, reflexão e sínteses das 170 experiências inscritas no seminário, e em Grupos Temáticos que dialogarão sobre três grandes desafios atuais para a educação em agroecologia: a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão; a questão agrária e a formação do profissional. Além dessas atividades os diálogos na abertura do evento trarão reflexões sobre as resistências e a luta pela democracia, enquanto a plenária de encerramento tratará das sínteses e encaminhamentos. Entre as/os educadoras/es confirmadas/os estão: Gaudêncio Frigotto (UERJ), Marcos Sorretino (USP), Carlos Rodrigues Brandão (Unicamp – Sítio Rosa dos Ventos), Luciana Jacob, Willer Barbosa, várias/os diretoras/es da ABA-Agroecologia, dentre outros. Estarão presentes também estudantes (vários de escolas ocupadas) e agricultoras e agricultores.

Compondo a diversidade de ambientes de interação e aprendizagem que a Educação em Agroecologia possibilita haverá ainda a Feira Agroecológica e Cultural, o lançamento de livros e publicações sobre Educação em Agroecologia, oficina sobre os Núcleos de Agroecologia, intervenções e celebrações culturais e outras ações autogestionadas que podem ocorrer durante os intervalos da programação.

ii-snea_formato-web_pablo-vergara-4

O evento contou ainda com a trocar de “Sabores e Saberes”. Foto: Divulgação

Programação Aberta: Educação, Cultura e Comida de Verdade

A Feira Agroecológica e Cultural “Sabores e Saberes” esteve aberta à todas e todos e funcionará todos os dias das 8 às 14 horas na entrada do Colégio Técnico da UFFRJ. Mais do que um espaço de comercialização e geração de renda para diversos grupos camponeses agroecológicos do Rio de Janeiro e de outras regiões, a feira será um ambiente político e pedagógico que acolherá intervenções culturais, atividades místicas, troca de sementes, atos públicos, apresentações culturais e outras expressões da luta e da resistência da educação e da agroecologia. O segundo Seminário faz parte do Projeto de Sistematização de Experiências construído pela ABA-Agroecologia em parceria com os Núcleos e Redes de Agroecologia nas cinco regiões do país, com apoio do CNPq. O seminário pretende dar continuidade aos debates realizados no I SNEA, realizado em Recife no ano de 2013, cujos princípios e diretrizes identificados acerca da Educação em Agroecologia orientam-se pela vida, diversidade,complexidade e transformação.

Para mais informações:

Página do II SNEA: https://www.facebook.com/IISNEA/ Programação do II  SNEA:http://aba-agroecologia.org.br/wordpress/?page_id=2737

“Mídia Crioula” – Coletivo de Comunicação Agroecológica

sneagroecologia@gmail.com

Tatiana (83)9.9665-8539/ Whatsapp: (41)9728-3373

Bianca (21)9.9489-0368