O mundo da economia solidária projetado a partir de Santa Maria no Rio Grande do Sul

 

Foto: Marcos Corbari

Foto: Marcos Corbari

A Feicoop/Ecosol chega ao segundo dia com expectativa de fortalecimento da economia solidária como alternativa de desenvolvimento e inclusão social em um outro mundo possível e uma outra economia necessária.

O primeiro dia foi de preparação, acolhida de delegações, estruturação dos espaços e também de principiar os primeiros debates. A Feira Internacional do Cooperativismo e Economia Solidária (Feicoop/Ecosol) é um evento pulsante, que não à toa chega à sua 25a edição construindo um jubileu a muitas mãos: ali ninguém é “dono”, mas todos se sentem “parte”. Passado o momento de organização, a expectativa é que ao longo dos próximos três dias o público tome os corredores do evento e faça a cidade de Santa maria, considerada o coração do RS, literalmente pulsar: mais de 300 mil pessoas são esperadas no evento entre hoje (13/07) e domingo (15/07).

Foto: Marcos Corbari

Foto: Marcos Corbari

– Já começamos muito bem, debatendo temas que nos são muito caros – avaliou a coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança, Irmã Lourdes Dill. A referência dizia respeito às primeiras atividades realizadas, em especial dedicadas ao tema da Economia Solidária, possibilitando a participação dos expositores e expositoras que vieram de todos os estados do brasil trazendo os produtos de experimentos das mais diversas matrizes desenvolvidos sob o espectro da solidariedade. “Nossa feira é um espaço aprendente e ensinante, onde cada um traz o que tem de melhor para compartilhar e leva daqui o que de melhor os demais participantes trouxeram”, expressa Irmã Lourdes, explicando a lógica de participação coletiva que sustenta a dinâmica do evento.

Foto: Marcos Corbari

Foto: Marcos Corbari

Na quinta-feira já foram realizadas atividades voltadas à Economia Solidaria e comercialização em rede, com destaque para o Seminário Nacional de Integração de Cooperação Solidária e a Assembleia Nacional dos Empreendimentos de Economia Solidária. Nestes debates uma preocupação foi expressa de forma unânime: o trâmite da legislação para o segmento, que já passou pela Câmara dos Deputados e agora está sendo apreciada no Senado, porém sob risco de ter o texto modificado à luz dos interesses que norteiam o atual Governo Federal.

Também aconteceu a primeira rodada de atividades do Seminário da Rede Temática da Comissão Nacional para Implementação da Convenção Quadro para o Controle do Tabaco, unindo especialistas que dedicam-se ao tema, entidades voltadas à assistência técnica e famílias de agricultores camponeses que já conseguiram libertar-se da dependência produtiva da cultura do fumo.

Foto: Marcos Corbari

Foto: Marcos Corbari

Entre os destaques da programação que segue nesta sexta-feira está a abertura oficial do evento, que deve congregar autoridades referenciais ligadas ao tema da Ecosol e do Cooperativismo. No território da feira serão quase mil expositores apresentando seus produtos, serviços e experimentos para o público visitante. Nos espaços técnicos seguem as oficinas, debates e seminários. Também será referência uma série de homenagens póstumas a personalidades que dedicaram-se a fortalecer a resistência da Feicoop ao longo de seus 25 anos, em especial o professor Paul Singer, pensador referencial da economia solidária, que faleceu recentemente. Confira a programação em detalhes acessando os links a seguir: Programação dos seminários, oficinas e reuniões e Programação dos eventos culturais e atos públicos.

Os eventos de alcance local, regional, estadual, nacional e global que compõem a feira e atividades paralelas fazem parte da Agenda Nacional e Internacional de Economia Solidária, como um momento forte de integração e reanimação de lutas, utopias e sonhos proféticos, no trabalho em Rede para o Desenvolvimento Solidário, Sustentável e Territorial no Brasil e na América Latina em articulação do Bem Viver com as Redes Intercontinentais de Economia Solidária, do Comércio Justo e do Consumo Ético e Solidário.

A repercussão da 25a FEICOOP/ECOSOL, que traz em 2018 o tem “Construindo a Sociedade do Bem Viver: Por Uma Ética Planetária”, você acompanhada por meio das redes do MPA, Rede Soberania, Sul21 e Brasil de Fato/RS.

 

Por Marcos Corbari – Rede Soberania | Sul21 | BdF/RS