Nota em solidariedade à Greve de Fome de militantes do MPA

Arte: MAM

Arte: MAM

O MAM – Movimento pela Soberania Popular na Mineração presta solidariedade e apoio aos militantes do MPA – Movimento dos Pequenos Agricultores, Frei Sergio Görgen, Josi Costa e Leila Denise Meurer que entraram em Greve de Fome no dia 05 de dezembro na Câmara dos Deputados em Brasília, em protesto à Reforma da Previdência.

A Reforma da Previdência, proposta pelo governo golpista de Michel Temer, que tramita na Câmara dos Deputados desde 2016 é um ataque e um retrocesso aos direitos da classe trabalhadora brasileira, principalmente os trabalhadores e trabalhadoras rurais.

Conhecida como PEC 287, a Reforma da Previdência tem como proposta que para o trabalhador se aposentar, são necessários 49 anos de contribuição para receber o salário integralmente e que a idade mínima tanto para homens como para mulheres seja de 65 anos. No caso dos trabalhadores e trabalhadoras rurais, a regra passa a ser a mesma, ou seja, o trabalhador rural não poderá se aposentar aos 60 anos (homens) e 55 anos (mulheres), com 15 anos de contribuição. O que propõe é que entrem nas mesmas regras dos demais, 65 anos para homens e mulheres trabalhadoras do campo e 25 anos de contribuição, sem considerar todas as características e as condições de trabalho no campo.

Ser contra a Reforma da Previdência é um dever de todo trabalhador e toda trabalhadora brasileira que luta por um país justo e um futuro digno. Reafirmamos nosso respeito e solidariedade às companheiras e ao companheiro do MPA pelo sacrifício que estão fazendo em prol do povo brasileiro, seguimos juntos por um país soberano, contra o saque das nossas riquezas e contra a perda de direitos.

E como diz a palavra de ordem do MPA: Quem alimenta o Brasil, exige respeito!

Coordenação Nacional do MAM
06 de dezembro de 2017