Na semana lutas em defesa do Meio Ambiente e por Diretas Já, juventude da Via Campesina realiza ações na Paraíba

Juventude da Via Campesina denuncia Agronegócio. Foto: MPA

Juventude da Via Campesina denuncia Agronegócio. Foto: MPA

Composta pelo Levante Popular da Juventude, MPA, PJR, MST a Frente Camponesa do Levante Popular da Juventude da Paraíba realizou ações na semana de Luta em Defesa do Meio Ambiente e por Diretas Já.

A abertura da semana de lutas inicia no dia 30 de maio durante o Seminário Integrado da UFCG – Campus de Sumé, onde o jovem Paulo Romário da PJR, realizou a apresentação da jornada de lutas da Frente Camponesa denunciando o agronegócio. Ele destacou os efeitos no Meio Ambiente, a dependência do petróleo, emissão de gases, efeitos dos agrotóxicos no solo, rios, lagos etc.., desmatamento, e por fim, colocando o agronegócio como um dos grandes causadores do aquecimento global.

Paulo fez ainda uma reflexão sobre os dados da CPT com relação ao aumento da violência no campo, refletindo sobre a impunidade dos assassinos, sucateamento do INCRA, fim da ouvidoria pública do campo, extinção do MDA, governo sustentando pela bancada ruralista e CPI do INCRA e da FUNAI, além do processo de criminalização dos movimentos sociais, sobre as diretas já, assim como, falou sobre a delação da JBS, e, sobre o Plano Emergencial da Frente Brasil Popular e a importância da sua massificação.

Na semana foram realizadas diversas ações.  Foto: MPA

Na semana foram realizadas diversas ações. Foto: MPA

No dia 31 de maio o Jovem Tiago Aquino do MPA participou de uma Audiência Pública na Cidade de Areia que foi realizada pelo Fórum dos Assentados com o tema “Segurança no Campo”. O evento contou com representatividade dos municípios de Areia, Pilões e Remígio e representação da Deputada Estadual Estela Bezerra e do Deputado Federal Luiz Couto.

Tiago destacou a violência no campo principalmente a violência contra a mulher e a violência causada pelo agronegócio que expulsa os camponeses do campo, que o mata como mostra os dados da CPT e as cachinas que já aconteceram este ano. “É muito importante que garantamos as diretas já, pois e inconcebível que um congresso tão podre como o atual, um congresso que não nos representa escolha um novo presidente para o país”, destacando ainda a impossibilidade de o atual governo, não eleito e golpista, continuar no poder despois de tanto desgoverno e dos escândalos o envolvendo.

No dia 01 de junho foram realizadas duas ações: pela manhã aconteceu na Câmara Municipal de Alagoa Nova a Roda de Conversa em Defesa do Meio Ambiente, da qual participaram vereadores, membros da gestão municipal, estudantes e professores. Na oportunidade o jovem Matheus Ferreira falou da importância do meio ambiente e os males do agronegócio para a vida, assim como, das ações afirmativas de forma conjunta ao povo e governo para a defesa do Meio Ambiente em geral e que as ações sejam mais do que apenas plantar uma árvore ou trabalhar com a reciclagem. Matheus trouxe ainda os dados da CPT e os desmandos do agronegócio país afora com o abusivo uso de agrotóxicos, com as cachinas e um olhar critico de como o agronegócio tratar o que nós comemos, “o agronegócio não produz alimento, produzi comida, pois para ele o que importa é lucrar e não levar saúde e soberania alimentar para os trabalhadores deste país”.

Por sua vez, Jovem Tiago Aquino do MPA, falou sobre a Soberania Alimentar e ações afirmativas em prol da defesa do Meio Ambiente, destacando a luta permanente contra os agrotóxicos “Agrotóxico MATA”, e sobre a ação do movimento sobre a Soberania Alimentar. “Nos produzimos alimentos saudáveis mais não só pela auto sustentação, nos produzimos alimentos pois temos a certeza da nossa importância em alimentar a nação e alimentar que dizer produzir alimento de forma saudável, que leve saúde para quem produz e para quem come é produzir dentro das excitativas da agroecologia”. Destacando ainda a importância de políticas públicas afirmativas nas escolas, nas associações e nas ações de sensibilização da comunidade e da gestão em proteger o Meio Ambiente.

Ciro Caleb do Levante Popular da Juventude, falou das Diretas Já e o Plano Emergência da Frente Brasil Popular. “Esse senhor que está na presidência não tem legitimidade para esta no poder… o Temer foi colocado no poder para atender a uma pauta do Capital Estrangeiro”. Denunciando ainda todas as ações de governo não eleito de Michel Temer como a Reforma da Previdência, das leis trabalhistas e tantas outras e afirmando a necessidade de tomarmos as ruas e de pedir o Fora Temer e as Diretas Já. “Não podermos permitir que esse atual congresso escolha um novo presidente, a única forma de resolver as atuas crises do país será através de uma eleição Direta onde o povo em seu pleno poder eleja democraticamente um novo presidente para por nosso país de volta ao crescimento e a lutar pelos interesses do povo”.

Jovens camponeses do MPA na Rádio. Foto: MPA

Jovens camponeses do MPA na Rádio. Foto: MPA

Na tarde do dia 01 de junho realizou-se um encontro com os presidentes de sala da Escola Estadual Monsenhor Borges onde o Tiago Aquino do MPA fez a denúncia do Agronegócio, da falta de compromisso com a produção de alimentos, com a saúde humana e com a preservação ambiental uma vez que o Agronegócio vê a comida como fonte de riqueza e não de Soberania Alimentar, como qualidade de vida e fonte de saúde. Assim como, denunciou as principais ações do Agronegócio nas cachinas que aconteceram país e o uso indiscriminados dos agrotóxicos. Por sua vez, Ciro Caleb do Levante Popular da Juventude, destacou a importância dos movimentos estudantis para a Democracia do país e as principais ações do atual governo que interfere diretamente na vida dos jovens e em especial, dos estudantes com a reforma do ensino médio, o corte de recurso para a educação, o sucateamentos das universidades, a reforma da previdência, a terceirização a precarização do trabalho com a reforma da CLT e por fim afirma a importância de mais uma vez os movimentos estudantis se por do lado certo e lutar pelo fora temer e por Diretas Já.

No dia 03 de junho o Tiago Aquino e Matheus Ferreira ambos do MPA, utilizaram o Programa Alagoa é Notícia realizado pela ACAJAMAN-PB na Rádio Comunitária Piruá FM para denunciar o Agronegócio, a luta permanente contra os Agrotóxicos, expor as cachinas Brasil e as principais ações do atual governo, assim como, o lançamento do Plano de Emergência da Frente Brasil Popular e convocando o povo para unir pelo Fora Temer e por Diretas Já.

Por Comunicação MPA