Mutirão da Esperança Camponesa: camponeses em SC realizam Encontro de Guardiões de Sementes Crioulas

Encontro Regional de Guardiões e Guardiãs de Sementes Crioulas na Comunidade Marafon, município de Saltinho/SC. Foto: MPA

Encontro Regional de Guardiões e Guardiãs de Sementes Crioulas na Comunidade Marafon, município de Saltinho/SC. Foto: MPA

Camponeses e camponesas do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) em Santa Catarina, em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), realizaram neste último dia 26 de maio mais um Encontros Regionais de Guardiões e Guardiãs de Sementes Crioulas, no marco do Mutirão da Esperança Camponesa.

O encontro foi realizado no município de Palmitos, extremo-oeste do Estado, seguindo por São Miguel do Oeste e Saltinho, com o objetivo de debater com os agricultores e agricultoras, guardiões e guardiãs de sementes crioulas, sobre o resgate de variedades, conservação de sementes, o trabalho dos homens e das mulheres, bem como, a troca de experiências, de sementes, desenvolvimento de novas variedades por camponeses e a pesquisa participativa, desafios e enfrentamentos atuais e futuros.

Encontro Regional de Guardiões e Guardiãs de Sementes em São Miguel do Oeste. Foto: MPA

Encontro Regional de Guardiões e Guardiãs de Sementes em São Miguel do Oeste. Foto: MPA

Estudos realizados em Anchieta e Guaraciaba, definem a região do extremo oeste catarinense como Microcentro de Diversidade Genética de Milho Crioulo no mundo. Na oportunidade o casal Draszewschi, camponeses de Anchieta, realizaram a apresentação de sementes crioulas, entre elas, milho e pipoca.

Entre os encaminhamentos do Encontro estão qualificar o trabalho e criar Casas de Sementes nos municípios de atuação do MPA no Estado, e, com o apoio do trabalho do Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER).

Por Comunicação MPA