29594801_1782771908440792_2324022653088096393_n

Foto: MPA

Com o objetivo de intensificar incentivar a produção, defesa e a distribuição de sementes crioulas o Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) durante a IV Escola Camponesa da Memória lança a Campanha “Cada Família Adota uma Semente”. Esta edição da Escola da Memória foi realizada em São Paulo, a quadra do Sindicato dos Bancários, entre os dias 28 e 31 de março deste ano, 2018.

Bruno Pilon, jovem camponês e dirigente do Movimento explica o porquê adotar uma semente crioula. “É impossível pensar em Agricultura sem sementes, raças ou mudas. Mais impossível ainda é pensar na Agricultura Camponesa sem o controle e o acesso a esses bens fundamentais, pois quem controla as sementes decide quem planta e o que será plantado”, explica o jovem camponês.

Os camponeses e camponesas em todo mundo sabem que as sementes são um grande tesouro, pois significa autonomia, cultura e Soberania Alimentar para os povos. Porém nem todos veem ou tem essa mesma pertença, o Agronegócio e o Capitalismo por exemplo as vê como meios de obter lucro e acumulação de Capital.

Foto: MPA

Foto: MPA

O MPA tem reafirmado o compromisso com a defesa, o resgate, o melhoramento, a multiplicação e a conservação das sementes, mudas e raças crioulas. “Buscando ampliar ainda mais o envolvimento de cada família camponesa neste processo. Pensando nesta tarefa que convidamos todas e todos a somar forças na Campanha “Cada Família adota uma Semente” fortalecendo a ação internacional da CLOC – Via Campesina Internacional: Sementes, Patrimônio dos povos a serviço da humanidade”, completa Bruno.

Sementes Crioulas não são só os grãos, mas também as plantas, os animais, as flores, as árvores nativas, frutas, ervas, plantas medicinais e muitas outras variedades mantidas e selecionadas por várias décadas e gerações pelos camponeses e camponesas e povos tradicionais. Estas sementes fazem parte da origem da Agricultura e da vida das famílias que vivem e produzem no campo. Cada semente ou raça crioula guarda em si a riqueza natural das nossas terras e, por isso, devem ser preservadas, multiplicadas e disseminadas.

Marciano Silva, engenheiro agrônomo e militante do MPA explica as vantagens das Sementes Crioulas:

“A Semente Crioula, seja ela animal ou vegetal, tem um valor incalculável. É um sinônimo de autonomia de insumos e de tomadas de decisões, pois se temos as sementes decidimos quando e como plantar. As sementes são um dos elos para a continuidade da Agricultura Camponesa e da produção de Alimentos Saudáveis. Só alcançaremos a Soberania Alimentar se as Sementes Crioulas estiverem sob proteção do Campesinato e das Comunidades Tradicionais. Ampliar essa Campanha é garantir o acesso a alimentos de qualidade no campo e na cidade.”

Arte: MPA

Arte: MPA

Como se Somar a Campanha

A estratégia é que cada família camponesa assuma o compromisso de adotar uma nova variedade de semente de qualquer cultura vegetal ou raça animal. Aquela que desperte maior interesse para cada família, por sua identidade, seu território, como parte da afirmação do modo de vida Camponês. A família passa a se tornar uma guardiã dessa semente, garantindo sua propagação. Depois de adotar a família deve organizar a reprodução, multiplicação e a distribuição dessa semente ou raça animal.

“A ideia é criar uma grande rede de sementes crioulas, recuperar as que estão escassas e ampliar a produção”, explica Josi Costa, camponesa e dirigente do MPA. Como resultado dessa campanha teremos milhares de famílias camponesas fortalecendo a biodiversidade, recuperando variedades, garantindo a Soberania e a capacidade produtiva. É uma ação direta para impedir com que as multinacionais se apropriem das sementes crioulas, diminuindo nossa autonomia e biodiversidade. Sem as sementes crioulas a Agricultura Camponesa se torna refém das multinacionais, explica ela.

É importante destacar que não existe prazo para aderir à campanha, pode começar na sua comunidade e convidar mais pessoas, o importante é dar o primeiro passo para formarmos uma grande rede de sementes. Após cada semente adotada a família camponesas poderá informar a sua variedade pelo e-mail: adotesementes@gmail.com

O movimento convoca cada família camponesa a adotar uma variedade de semente, muda ou raça crioula.

 

Por Comunicação MPA