MPA discute a produção de soja convencional no RS

O Seminário abordou a atual conjuntura da produção da soja convencional no Estado. Foto: MPA

O Seminário abordou a atual conjuntura da produção da soja convencional no Estado. Foto: MPA

O Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA, participou nesta terça-feira, 08/08/17, do Seminário da Soja Convencional e seus usos, realizado na sala de vídeo conferência na sede da EMBRAPA – Clima Temperado em Pelotas/RS. 

O objetivo central do seminário foi abordar a atual conjuntura da produção da soja convencional no Rio Grande do Sul, a agregação de valor e as possibilidades de uso da cultura na alimentação humana.

Foto: MPA

Foto: MPA

A pesquisadora da Embrapa Mercedes Panizzi apresentou elementos sobre o cenário da produção da soja no RS, além de traçar um panorama da pesquisa no cenário mundial, ressaltou a crescente demanda da cultura afirmando que “a soja convencional vem recuperando seu espaço e se tornando uma opção atraente para o produtor” além de
apresentar alternativas de produção e comercialização dos usos da soja na alimentação humana.

Para a engenheira agrônoma da FEPAGRO Liége Camargo da Costa é preciso resgatar a produção em larga escala e que a unidade de pesquisa é um instrumento importante para acesso e multiplicação e que se faz necessário o levantamento de demandas para acesso ao material genético.

Foto: MPA

Foto: MPA

Neste contexto uma das maiores preocupações hoje é ter acesso a material em quantidade e qualidade suficiente para atender uma escala de produção e comercialização, é preciso recomeçar a disseminar a cultura da soja convencional na agricultura camponesa, como tarefa o primeiro passo encaminhado pelos participantes foi à liberação de sete variedades pesquisadas para serem multiplicadas em quatro unidades de produção. Frei Sergio Gorgen dirigente nacional do MPA sugeriu a realização de um Seminário Estadual de Comercialização da Soja Convencional com participação de produtores, pesquisadores, empresas e indústrias visando ampliar a comercialização e agregação de valor a cultura ainda este ano.

No final da atividade foi realizada uma apresentação de produtos a base de soja convencional para o consumo humano e aprovado pelos presentes após degustação.

Por Comunicação MPA