Mercedes Sosa Vive! Há sete anos de sua partida física, seu canto e sua luta permanecem vivos

mercedes-sosa

Mercedes Sosa dedicou sua vida a música e a luta política. Foto: Reprodução

A cantadora popular, símbolo da luta contra a ditadura e a perda de direitos, Mercedes Sosa completa hoje 4 de setembro, 7 anos de sua partida física. Ela cantava e encantava a vida de seu povo tornando-se um ícone da música e da cultura popular Latinoamericana em seus 60 anos de carreira.

Além de cantadora popular Mercedes também tinha uma forte ligação com a luta de classe. Na década de 70, com seus discos carregados de conteúdo político social, sofreu com a censura e a perseguição, mas também transformou-se em referência na luta contra o regime militar. Em 1979, enquanto realizava uma apresentação foi pressa por militares, assim como todo público presente, durante a ditadura argentina.

Mercedes, ainda na década de 80, quando no Brasil vivíamos a ditadura civil-militar, realizou trabalhos em parceria com Milton Nascimento. Mais tarde, Caetano Velloso e Daniela Mercury também dividiram o palco com a cantora popular argentina.

Considerada a voz da América Latina, Haydé Mercedes Sosa nasceu no dia 9 de julho de 1935 na cidade de San Miguel de Tucumán, ainda cedo começou a cantar as histórias de seu povo e cantou até sua morte em 2009.

Sua música, suas lutas permanecem vivas e enrraigadas nas entranhas do povo Latinoamericano embalando as noites de calmaria, mas também alimentado a alma, a mística e a luta contra a retirada de direitos.

Marcedes Sosa, Vive!

Por Comunicação MPA