Juventude Camponesa do MPA: um processo constante de trocas entre ensino e aprendizado

Foto: MPA

Foto: MPA

Entre os dias 10 e 11 de julho a Caravana Nacional de Luta Camponesa do MPA “Clodomir de Morais” esteve reunida com jovens do Estado de Rondônia, na comunidade Sagrada Família no município de Cabixi, com o objetivo de desenvolver e aperfeiçoar diversas temáticas para o trabalho de base com o povo e a militância.

Diante dos retrocessos que a classe trabalhadora vem sofrendo nos últimos anos, após o golpe de 2016, o Movimento dos Pequenos Agricultores acredita que só o trabalho com o povo é capaz de reverter essa situação. “Para isso, a juventude tem um papel fundamental na construção de uma sociedade consciente e socialista”, destaca o jovem camponês e integrante do Coletivo Nacional de Juventude do Movimento, Alessandro.

Foto: MPA

Foto: MPA

Foi com esse objetivo que a Caravana Nacional durante estes dois dias se dedicou a socializar e repassar suas experiências de como fazer o trabalho de base e de massa a partir das ferramentas de agitação e propaganda, assim como realizar uma reunião de forma dinâmica e compreensível e a importância do trabalho realizado para a construção de brigadas de juventude regionais no Estado.

“Aprendemos na prática a fazer jogos do arsenal do Teatro do Oprimido e a produção de uma peça teatral que retrata o impacto das sementes transgênicas nas famílias camponesas e a importância da multiplicação destas sementes crioulas”, relata Fernanda Luz, jovem camponesa e integrante da Caravana Nacional.

Foto: MPA

Foto: MPA

Por sua vez, o jovem Daniel Sobczak, militante do MPA da cidade de Alto Paraíso, destaca a importância deste momento de trocas de aprendizados. “Foi de suma importância, pois cumpriu com o objetivo de incentivar a juventude para dar continuidade nas tarefas apontadas, ouve muita integração e animação. Pena que o tempo foi pouco para trabalhar com mais detalhes os temas abordados, mas ficamos com a tarefa de dar continuidade ao trabalho da Caravana”, relata ele.

A programação do evento além da formação teórica permitiu que a juventude se inserir nas atividades diárias das famílias camponesas que os acolheu, e, em forma de mutirão contribuíram na colheita do Urucum, também conhecido como Colorau, que é a principal renda das famílias naquela região.

Foto: MPA

Foto: MPA

Ao final do Encontro os jovens retornaram para suas comunidades com a proposta de desenvolver, junto aos camponeses, o que aprenderam durante a formação e construir brigadas nas suas regionais, aponta Alessandro.

E desta forma, a Caravana Nacional de Luta Camponesa do MPA “Clodomir de Morais” encerra suas atividades em Rondônia, após mais de um mês rodando o Estado e fazendo o trabalho com o povo. Neste próximo ciclo, a Caravana segue para o Estado do Mato Grosso onde deve realizar atividades com a juventude e também, o trabalho de base como povo.

 

Por Comunicação MPA