Juventude Camponesa do MPA no RS assume o compromisso de resgatar e multiplicar sementes, mudas e raças crioulas

Foto: Wandoir Sehn / MPA

Foto: Wandoir Sehn / MPA

Com o compromisso de resgatar e multiplicar sementes, mudas e raças crioulas, de acordo com a sua realidade, a Juventude Camponesa do MPA que integra a Brigada Resistência Camponesa formada na Região Vale do Rio Pardo, no Rio Grande do Sul, assume a Campanha “Cada Família Adota uma Semente”. O lançamento da Campanha e o compromisso foram firmados durante o Encontro Formativo da Brigada realizado entre os dias 19 e 20 de maio, no Centro de Formação São Francisco de Assis em Santa Cruz do Sul – RS.

“Além das sementes também serão adotadas variedades de ervas medicinais, plantas ornamentais, frutíferas e raças de animais. Por compreendermos que manter as sementes crioulas nas mãos dos camponeses é valorizar e respeitar a nossa história e a garantia da sobrevivência da nossa biodiversidade”, argumentam Wandoir Sehn, jovem camponês do MPA.

Por sua vez, Sandy Xavier, jovem camponesa e coordenadora do Coletivo de Juventude do Movimento, destaca a importância deste compromisso firmado. “Compreendemos ser uma tarefa revolucionária, por isso a nossa Brigada se sente motivada a adotar uma semente, resgatando e multiplicando saberes e sabores do nosso Campesinato”, aponta ela.

A Campanha “Cada Família Adota Uma Semente” é organizada pelo Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) em todo país, com o apoio da Bizilur – Associação para a Cooperação e o Desenvolvimento dos Povos – e do Governo Basco. Lançada em maio deste ano, 2018, a juventude do campo tem sido protagonista em assumir a responsabilidade da Campanha como sua tarefa revolucionária.

Sobre a Campanha

A estratégia é que cada família camponesa assuma o compromisso de adotar uma nova variedade de semente de qualquer cultura vegetal ou raça animal. Aquela que desperte maior interesse para cada família, por sua identidade, seu território, como parte da afirmação do modo de vida camponês. Após a adoção, a família passa a se tornar uma guardiã dessa semente, garantindo sua reprodução, multiplicação e a distribuição dessa semente ou raça animal.

É importante destacar que não existe prazo para aderir à Campanha “Cada Família Adota Uma Semente”, pode começar na sua comunidade e convidar mais pessoas, o importante é dar o primeiro passo para formarmos uma grande rede de sementes. Após cada semente adotada a família camponesas poderá informar a sua variedade pelo e-mail: adotesementes@gmail.com

 

Por Comunicação MPA