Greve de Fome por Justiça no STF: Avaliação médica nº 8

Foto: Adilvane Spezia | MPA e Rede Soberania

Foto: Adilvane Spezia | MPA e Rede Soberania

Ao décimo dia da Greve de Fome, a condição de saúde física e psicológica apresentam-se bastante fragilizadas. Hoje, 9 de agosto, Vilmar Pacífico, Zonália Santos, Luiz Gonzaga (Gegê), Rafaela Alves, Jaime Amorim, Frei Sérgio Görgen e Leonardo Soares sentem ainda mais o cansaço, a fadiga, dores de cabeça e musculares.

A medida que a Greve de Fome por Justiça no STF avança, mais médicos e médicas populares tem se somado à equipe de forma permanente. A partir de hoje a Médica de Família e Comunidade, Maria da Paz Feitosa de Sousa, passa a compor a equipe. Conforme a médica, “como já estamos no décimo dia de Greve de Fome, o cuidado e monitoramento médico precisou ser intensificado, pois os sinais e sintomas passaram a ser mais intensos e exigem maior cuidado”, explica ela.

Foto: Adilvane Spezia | MPA e Rede Soberania

Foto: Adilvane Spezia | MPA e Rede Soberania

Conforme Dr. Ronald Wolff, “a fadiga, cansaço, cefaleia e a perda de peso continuam aumentando. Os que não usam tratamento para hipertensão começam a apresentar quadros de hipotensão que é a diminuição da pressão arterial, e alguns, começam a apresentar sintomas de hipotermia, ou seja, começamos a senti-los mais frios, isso é um forte sinal dos 10 dias sem se alimentar”.

Mesmo com o quadro clinico avançado, os sete grevistas, todas as manhãs realizam leves alongamentos, medida que interfere de forma direta no organismo dos grevistas, para aliviar dores e prevenir contraturas, bem como, ativar a circulação sanguínea, sem contar que é um momento terapêutico de relaxamento.

 

_Por Comunicação da Greve de Fome_

📸 _Adilvane Spezia | MPA e Rede Soberania_👇