Governo Temer abandona por completo a pequena agricultura, afirma MPA

Feira Camponesa em Porto Alegre. Foto: MPA

Feira Camponesa em Porto Alegre. Foto: MPA

O governo golpista de, Michel Temer, anulou a lei das renegociações das dívidas, que permitia aos pequenos agricultores pagar suas contas (quitar seus contratos de financiamento). Por outro lado, não tocou um dedo nos benefícios dos grandes proprietários, que continuam tal como estavam. Através da Medida Provisória nº 842/18 anulou cinco artigos – 28 ao 32 – da Lei 13.606/18 que beneficiavam os pequenos agricultores.

Esta é mais uma medida autoritária do golpista e que desrespeita os pequenos produtores e produtoras – responsáveis por mais de 70% da produção dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros e brasileiras diariamente, desrespeitou também uma lei aprovada e sancionada.

O Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) alerta que a gravidade dessa opção política adotada pelo governo golpista de beneficiar o agronegócio exportador de commodities em detrimento da pequena agricultura irá reduzir a produção de comida que alimenta o país, aumentar a inflação e aumentar a fome que já voltou aos lares brasileiros.

É uma total falta de respeito e compromisso com a população brasileira. Uma decisão que aprofunda ainda mais a desigualdade no momento em que o país se aproxima à vergonhosa marca de 14 milhões de desempregados, fruto da política econômica excludente adotada pela agenda golpista.

 

Por Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA