Foto: MPA

Foto: MPA

Neste final de semana, 20 e 21 de outubro, a juventude camponesa teve a oportunidade de conhecer de perto a realidade dos moradores e moradoras do Complexo do Lins no Rio de Janeiro (RJ), nas favelas Morro do Encontro e Boca do Mato, juntamente com suas lideranças e o Movimento Popular das Favelas (MPF).

A animação e embelezamento ficou por conta Brigada Nacional de Juventude “Ação Camponesa”, que está no Estado desde o dia 7 de setembro. “Estamos levando a mensagem, dialogando e debatendo com a população, sobre a importância de nosso voto para decidir os rumos da nação, além de levar as propostas de nosso candidato popular à presidência, Fernando Haddad e Manuela Da’ vila para defender nossa Democracia”, explica a jovem camponesa e integrante da Brigada, Fernanda Luz.

Foto: MPA

Foto: MPA

As atividades desenvolvidas no Complexo têm permitido um contato direto com a população menos favorecida. Durante este fim de semana uma das moradoras, dona Zefinha, fez um desabafo:

– “É muito revoltante ver tamanha desigualdade no país, são favelas, mansões, prédios divididos por muros, cercas, e essa desigualdade que nos exclui e nega nossos direitos básicos. Foi somente no governo Lula que as favelas começaram a ter visibilidade e serem atendidas, foi a partir daí que meus filhos passaram a estudar, comer três vezes ao dia, é por isso então que continuo do lado da Democracia, e vamos votar e eleger Manu e Haddad para voltarmos a ter nossos direitos”.

Foto: MPA

Foto: MPA

Com intervenções, muita música, poesia e cultura popular os jovens brigadistas seguem pelas ruas e vielas, morros e favelas do Rio de Janeiro. Como explica Beto Palmeira, integrante da coordenação nacional do MPA, “a Brigada Ação Camponesa, vem com tarefa de contribuir no processo de disputa com a sociedade para derrotar os golpistas nas eleições em outubro desse ano”.

Com o lema, “Juventude em ação. Mostrando a realidade. Espalhando informação. No campo e na cidade” a Brigada seguirá levando animação e informação para a população do Rio de Janeiro, com a defesa dos candidatos populares e por Lula livre, Lula presidente.

 

Por Comunicação MPA