Educação do Campo: camponeses e camponesas do MPA-PB realizam um conjunto de ações no Estado

WhatsApp Image 2017-05-07 at 10.45.27

Na semana foram realizadas diversas atividades sobre o tema. Foto: MPA

Em uma série de visitas, vivencias e atividades realizadas nestes últimos dias os camponeses e camponesas do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) na Paraíba centraram-se em debater sobre a Educação no Campo, com a contribuição do companheiro do Coletivo Nacional de Educação do Movimento, Luiz Carlos Souza.

Na oportunidade participaram das atividades camponeses, professores, estudantes, lideranças locais com o objetivo de fortalecer a luta nacional em defesa de uma Educação Do e No Campo de forma séria e contextualizada levando em consideração a realidade local e regional de cada aluno além de trazer para o estado o diálogo sobre o não fechamento das escolas do campo.

Na quarta-feira, 3/05, a visita foi o Centro de Formação da ACAJAMAN (Associação Cultural e Agrícola dos Jovens Ambientalistas de Alagoa Nova e da Paraíba). Um espaço de formação da juventude e do pequeno agricultor onde forma realizadas contribuições ao Projeto Político Pedagógico do Centro. Para o presidente da ACAJAMAN, André Raimundo, “a presença de Luiz e sua contribuição uma organização do centro de formação possibilitara um melhor desenvolvimento das atividades e uma maior qualidade no nível de educação repassadas para os educandos”.

WhatsApp Image 2017-05-07 at 10.44.09

As ações reuniram educadores, educandos e lideranças locais. Foto: MPA

No dia seguinte, quinta-feira 4/05, foi realizado o Encontro de Formação sobre Educação Camponesa e a missão do MPA no processo de educação para além da aprendizagem cognitiva, no município de Bananeiras-PB, com a presença de educadores, educando e lideranças locais.

Seguindo a programação, na manhã da sexta-feira, 5/05, foi realizada uma Roda de Conversa com o tema Educação do Campo, numa parceria entre o MPA e o Levante Popular da Juventude, no Auditório da Biblioteca Setorial do Centro de Ciências Agrárias na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Na oportunidade Luiz falou sobre os desafios da Educação Campesina, destacando a importância da construção de uma educação camponesa transformadora e o papel da universidade nessa luta dos trabalhadores e das trabalhadoras e na construção de uma nova sociedade.

Ciro Calebe do Levante Popular da Juventude, aponta: “o momento foi muito enriquecedor ao nos fazer refletir sobre a situação da educação brasileira, nos desafiando a pensarmos um modelo diferente. Feita de fato para o povo e os tornando sujeitos e atores sociais”.

WhatsApp Image 2017-05-07 at 10.45.23

Parceria entre Levante e MPA tem fortalecido o debate. Foto: MPA

Pela parte da tarde deste mesmo dia, a Roda de Diálogo foi realizada na Câmara Municipal de Alagoa Nova. Na oportunidade o dirigente do MPA, que apontou os desafios da Educação Campesina, “mas em especial a importância da Educação No e Do Campo para construção da identidade camponesa e na construção de uma educação contextualizada que seja mais do que ensinar a ler e escrever. Que o educando e a educanda possam ser mais que meros reprodutores de informações”, destaca Luiz. Que ainda trouxe a importância da Luta pelo não fechamento das Escolas Do e No Campo.

Por sua vez, Tiago Aquino, da coordenação nacional do MPA, destaca a importância desta semana de atividade na Paraíba neste momento: “é muito importante pois reforça a luta pela melhoria da qualidade da educação brasileira, em especial, a Educação Campesina justamente no momento onde a Educação é atacada e desmontada pelo atual governo. Precisamos lutar para que nossas crianças e nossos jovens possam ter uma educação de qualidade no campo e do campo, que seja capaz de criar a identidade camponesa da nossa juventude”.

Por Comunicação MPA