Camponeses lançam Campanha “Cada Família Adote uma Semente” em Seminário Nacional

Foto: Érica Anne Oliveira |MPA

Foto: Érica Anne Oliveira |MPA

Camponeses e camponesas do MPA de 17 Estados e do Distrito Federal, realizaram na tarde desta quinta-feira, 26 de julho, o lançamento da Campanha “Cada Família Adota Uma Semente”, o objetivo é intensificar, incentivar a produção, defesa e a distribuição de sementes crioulas, pois o Movimento compreende que as Sementes Crioulas são patrimônio dos povos e devem estar a serviço da humanidade.

O lançamento foi realizado durante o Seminário Nacional sobre “Estratégia Camponesa: para enfrentar o Golpe e o Agronegócio”, que homenageia o companheiro e líder camponês do Movimento que brutalmente foi assassinado no último dia 02 de junho, “Katison de Souza”, que está sendo realizado em Caruaru, no Pernambuco entre os dias 23 a 27 de julho com a participação de amigos e parceiros de luta do Movimento, além dos camponeses de todos os Estados onde o MPA tem base organizada.

Foto: Érica Anne Oliveira |MPA

Foto: Érica Anne Oliveira |MPA

O MPA tem reafirmado o compromisso com a defesa, o resgate, o melhoramento, a multiplicação e a conservação das sementes, mudas e raças crioulas. “Buscando ampliar ainda mais o envolvimento de cada família camponesa neste processo. Pensando nesta tarefa que convidamos todas e todos a somar forças na Campanha “Cada Família adota uma Semente” fortalecendo a ação internacional da CLOC – Via Campesina Internacional: Sementes, Patrimônio dos povos a serviço da humanidade”, afirma Bruno Pilon, integrante da coordenação nacional do Movimento.

Organizada pelo MPA em todo país, a Campanha tem o apoio da Bizilur – Associação para a Cooperação e o Desenvolvimento dos Povos – e do Governo Basco, foi lançada em maio deste ano, 2018, e a juventude tem protagonizado e assumido a responsabilidade da Campanha como sua tarefa revolucionária, como explica a jovem camponesa e coordenadora do Coletivo de Juventude do Movimento, Sandy Xavier, “compreendemos ser uma tarefa revolucionária, por isso a nossa juventude se sente motivada a adotar uma semente, resgatando e multiplicando saberes e sabores do nosso Campesinato”, aponta ela.

Foto: Neidi | MPA

Foto: Neidi | MPA

Como a Campanha funciona

A estratégia é que cada família camponesa assuma o compromisso de adotar uma nova variedade de semente de qualquer cultura vegetal ou raça animal. Aquela que desperte maior interesse para cada família, por sua identidade, seu território, como parte da afirmação do modo de vida camponês. Após a adoção, a família passa a se tornar uma guardiã dessa semente, garantindo sua reprodução, multiplicação e a distribuição dessa semente ou raça animal.

É importante destacar que não existe prazo para aderir à Campanha “Cada Família Adota Uma Semente”, pode começar na sua comunidade e convidar mais pessoas, o importante é dar o primeiro passo para formarmos uma grande rede de sementes. Após cada semente adotada a família camponesas poderá informar a sua variedade pelo e-mail: adotesementes@gmail.com

 

Por Comunicação MPA