Camponeses do MPA no Sergipe suspendem greve de fome no Estado

Foto: MPA

Foto: MPA

Na tarde de hoje, após oficialização da informação do adiamento do processo de votação da Reforma da Previdência para fevereiro de 2018, o MPA Sergipe convocou e realizou na Assembleia Legislativa, com muita beleza, o ATO de encerramento da Greve de Fome com o compromisso de seguir fazendo nos próximos dias todas as lutas necessárias para barrar de forma definitiva a reforma da previdência e o projeto golpista no Brasil.

O Ato contou com a participação de diversos movimentos do campo e da cidade agregados na: Frente Brasil Popular, Via Campesina, Pastorais Sociais, CUT, com a Deputada Estadual Ana Lúcia e o Deputado Federal João Daniel. Todos as organizações presentes afirmam com muita solidariedade a importância da ousadia e do protagonismo do MPA com a ação que pressionou de forma incisiva e definitiva para vitória de hoje.

Foto: MPA

Foto: MPA

“Sem dúvida a batalha foi muito vitória, deixa um saldo muito positivo no estado, nacionalmente, na militância, na construção da unidade, nos anima e prepara para as grandes tarefas e batalhas que serão decisiva em 2018. O exemplo dos militantes que se dispuseram a greve nos motiva, nos inspirar, nos convoca ao esforço para cumprir com muita convicção todas as tarefas e formas de lutas necessárias a atual conjuntura.”

Com muita esperança e firmeza nos olhos, o militante grevista Zé Padre, comenta: “Vou falar uma coisa que não falei pra ninguém. Deixei uma carta para meu filho. Talvez ele não tenha lido ainda, pois deixei guardado num lugar no quarto dele. Caso somente a matéria do meu corpo volte para casa, não será em vão. Será pela luta do povo”.

Lutamos porque não há outro caminho, porque a esperança quer que bravamente lutemos.

 

Por Comunicação MPA