Aos camaradas de tantas lutas e trincheiras da Pastoral da Juventude do Meio Popular e da Pastoral da Juventude Rural

Foto: PJMP e PJR

Foto: PJMP e PJR

Como já dizia Lenin, “há décadas em que nada acontece e há semanas em que décadas acontecem”. Hoje, além do momento político em que se encontra o país, uma dor mais forte e mais profunda nos faz chorar a partida inesperada da companheira de diversas trincheiras, Fabiula Karla Fergutz, militante incansável da Pastoral da Juventude do Meio Popular (PJMP) e da Pastoral da Juventude Rural (PJR). É como se parte de nós fosse arrancada, e de certa maneira foi, levou nossa valorosa companheira de muitas lutas e resistência.

Fabiula nos deixou na noite desta sexta-feira, 26 de outubro, num acidente trágico no centro de São Miguel do Oeste, cidade do extremo-oeste catarinense. A jovem de apenas 22 anos forjou-se no dia a dia da luta, dedicou sua existência aos menos favorecidos e jamais se deixou silenciar.

Nós, camponeses e camponesas do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), sentimos muito a partida de Fabiula. Em tempo, nos solidarizamos aos companheiros e companheiras da PJMP e PJR, assim como aos amigos, amigas e familiares.

Seguiremos, mesmo com o coração doido, pois a esperança revolucionária segue viva e nós. Que sua alegria, coragem e ousadia nos sirvam de exemplo e combustível de luta por este povo pobre camponês e periférico que ela tanto amou. Que seu legado siga vivo entre e em nós, nos una, nos fortaleça e renasça a cada ciclo, pois se fere nossa existência, seremos todos e todas resistência.

Por Fabiula e por todos que tombaram, seguimos firmes, de punho cerado e em luta!

 

 

Movimentos dos Pequenos Agricultores – MPA

29 de outubro de 2018