6º aniversário do IALA Guarani: Estudo e Lutas para o povo trabalhador

iala2017

No 4 de abril 2017, o IALA Guarani no Paraguai completa 6 anos. Foto: IALA Guarani

O IALA Guarani está dentro do processo histórico de lutas e resistência dos movimentos campesinos articulados com a CLOC-VC, que tem como estratégia a formação e a educação como ferramentas de qualificação da prática militante, no sentido de fortalecer e qualificar sua atuação no contexto da Luta de Classes. Desse modo, a formação dos quadros políticos está vinculada a um projeto de emancipação de classe, de tal maneira que se planteia a agroecologia como uma estratégia de confrontação que está situada no marco da disputa dos projetos antagônicos.

Assim se iniciou o curso de formação de Engenharia e Agroecologia dia 4 de abril de 2011, com 84 jovens de 5 países e várias organizações do campo, no assentamento Santa Catalina de Curuguaty, departamento de Canindeyú, e se constitui na experiência de formação técnica e política de jovens na Agroecologia no Paraguai.

26

Estudo no Instituto: Foto: IALA Guarani

Nesse espaço e convivem hoje várias culturas, práticas politicas, formas de ver e de viver que foram orientadas para a construção de uma unidade e um projeto comum da Classe Trabalhadora, fortalecendo e refazendo o debate da Agroecologia, enriquecendo com a diversidade, com a Soberania, a unidade na diversidade, o internacionalismo, a solidariedade, os saberes populares e ancestrais de nossos povos.

Uma necessidade dos movimentos camponeses é organizar a produção com base na Agroecologia. Todo esse processo esta fundamentado sobre a educação popular, o método pedagógico da alternância, mantendo o vinculo da escola com a comunidade, incentivando a raiz campesina; de luta, de resgate e estudo das culturas e conhecimentos ancestrais combinados com os conhecimentos contemporâneos para colocar ao serviço da humanidade.

5

Estudo no IALA Guarani: Foto: IALA Guarani

Dessa maneira, a 6 anos nesse processo de formação, tem que ressaltar a etapa de culminação da primeira promoção que está projetada para meados do mês de junho. Também destacar o desafio de ir apostando na formação dos militantes de uma nova geração de estudantes da AIALA Guarani, que segue aportando nessa construção coletiva do processo de emancipação dos povos.

A agroecologia deve estar ao serviço da humanidade e promover a sustentabilidade desde múltiplas dimensões: cultural, politica, ideológica, estética, econômica e de classe.

Por IALA Guarani

Tradução Livre: MPA