Sementes Crioulas: camponeses e camponesas na Bahia realizam seminário

foto

Contribuição de Anderson Munarini do MPA-SC. Foto: MPA

Aconteceu no último dia 18 de novembro o Seminário Estadual de Sementes Crioulas, no Centro de Formação Derli Casali, em Vitória da Conquista no Estado da Bahia, como objetivo de debater a importância das sementes crioulas no contexto da Agricultura Camponesa e potencializar a trocar conhecimento entre os mantenedores dos campos de sementes, equipe técnica do projeto, entidades da sociedade civil e poder público.

Organizado pela Cooperativa Mista de Produção e Comercialização Camponesa da Bahia (CPC Bahia), entidade ligada ao Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), o evento reuniu várias entidades, dentre elas a CAR, BAHIATER, CEDASB, COOPERSUBA, CEAS, APASBA, APAESBA, APAMUTRE e Coordenação Estadual do MPA, além de camponeses cooperados da CPC e de participantes do Projeto Semeando Soberania.

foto2

Ao termino do Seminários os presentes receberam o certificado de participação, motivo de muito orgulho para os camponeses. Foto: MPA

O seminário teve como palestrante o doutorando da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Engenheiro Agrônomo do MPA, Anderson Munarini e do professor da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), Elsio Risélio, que expressou estar contente por ver ações e resultados entorno das Sementes Crioulas, após muitas discussões e que ações como a do Projeto dos Campos Irrigados de Sementes promovidas pela CPC, tem boas chances de continuidade por acontecer em comunidades organizadas pelo MPA, também ressaltou que um dos pontos importantes do Seminário é a construção de parcerias em volta da temática Sementes Crioulas.

Falamos também com Zelio Calmida Ramos, camponês do Município de Mirangaba no Norte da Bahia ele desta, “para mim o Seminário foi importante pela discussão das sementes crioulas, pois estamos a perder a nossa riqueza em variedades de sementes. O seminário trouxe uma clareza sobre a importância das sementes crioulas, quando se vê camponeses, mantenedores dos campos de sementes, algumas entidades do poder público presentes no seminário, estão engajados, juntos ao MPA no debate das sementes crioulas e as parcerias construídas é muito bom”.

Já para o camponês do Município de Tremedal no Sudoeste Baiano, Rafael da Silva Alves, “a trocada de experiências dos camponeses de campos diferente, teve a oportunidade de discutir sobre a importância das sementes”, deixando explicita a importância do Seminário para o debate das sementes crioulas no Estado da Bahia, mas também da importância das Sementes Crioulas para o Campesinato.

Por Comunicação MPA