1º Seminário sobre uso de Plantas Medicinais e Fitoterápicos na Saúde Municipal reúne camponeses em Santa Cruz do Sul

Foto: Alexandre Garcia/ICPJ

Foto: Alexandre Garcia/ICPJ

O uso de plantas medicinais e fitoterápicos na atenção básica já é uma diretriz do Sistema Único de Saúde. Com o objetivo de implementar esse programa, compartilhar saberes e atualizar os conteúdos legais e científicos sobre o tema com o maior número de pessoas possíveis, o município de Santa Cruz do Sul, RS, recebeu o 1º Seminário sobre o uso de plantas medicinais e fitoterápicos na saúde municipal. O encontro foi realizado nesta quinta-feira 19/10, por meio da iniciativa do Instituto Cultural Padre Josimo e do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA).

Dia de compartilhar conhecimentos
Foto: Alexandre Garcia/ICPJ

Foto: Alexandre Garcia/ICPJ

O dia de debates começou com a fala da Dra. Maria Consolacion Fernandes Villafane Udry, da Embrapa, que detalhou a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. Para ela, “tem muita importância esse programa de plantas medicinais dada a riqueza do Brasil na diversidade cultural. É uma oportunidade do Brasil ter autonomia nos medicamentos fitoterápicos, principalmente na atenção básica”, ressalta Consolacion.

Na parte da tarde, a Dra. Rita Maria Heck, professora pesquisadora da UFPel, demonstrou as bases científicas do cuidado através das plantas. Ela trouxe ao seminário as diferentes concepções das investigações na área, ressaltando as linhas que compreendem a saúde para além da medicação.

Já o conhecimento popular da cura através das plantas ficou a cargo do Frei Wilson Zanatta (OFMCap). Ele é autor de livros que resgatam as sabedorias dos camponeses com fitoterápicos e, durante evento, lançou sua mais nova publicação: “O Poder Curativo da Guaçatonga”. Em seguida, o seminário encerrou com um intenso debate.

 

Foto: Alexandre Garcia/ICPJ

Foto: Alexandre Garcia/ICPJ

Política e do Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos

Acesse aqui o documento comemorativo de dez anos da Política e do Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. Material de auxílio a implementação.

 

Por Comunicação do Instituto Padre Josimo